Lideranças Suruí denunciam exploração ilegal de madeira em Rondônia

Lideranças Suruí da Terra Indígena (TI) Sete de Setembro, em Rondônia,denunciaram a ação de madeireiros na exploração ilegal de madeira ao Ministério Público Federal. O território é ocupado pela etnia Paiter Suruí e é composta por 28 aldeias, espalhadas por um território de 248 mil hectares. Os indígenas relataram a saída de caminhões, durante a noite e madrugada, com grande quantidade de…




Índios do Xingu fazem intercambio com o Povo Paiter Surui, em Cacoal

Lideranças indígenas de aproximadamente 12 etnias do território do Xingu (MT) participam de intercâmbio territorial com os Povos Paiter Surui, de Cacoal (RO), distante cerca de 480 quilômetros de Porto Velho. Conforme os organizadores, o encontro tem por objetivo fortalecer a articulação entre os povos indígenas e promover a troca de conhecimentos sobre as estratégias de gestão…




Comunidade da Aldeia Paiter linha 09 entrega carta em apoio ao Labiway Esaga

   Na manhã desta quarta, 15, representantes da comunidade Paiter Surui da Aldeia Paiter – Linha 09, Urariwe Surui e Raimundo Nahêga Surui, estiveram na associação Metareilá para entregar uma carta em apoio ao Labiway Esaga Almir Naraymoga Surui.    “… estamos encaminhando esta carta para informar a Associação Metareilá que estamos apoiando a implementação…




Clã Makorey visita Associação Metareilá para entregar carta de apoio ao Projeto Carbono Florestal Suruí

Estiveram presentes na Associação Metareilá representantes familiares do Clã Makorey e diversos cooperados representados pelo Parlamentar Naraykosar Julio Suruí, para entregar uma carta de apoio ao Labiway Esaga Almir Surui e declarar seu repudio “as denuncias e acusações segundo o nosso conhecimento que são falsas e que veiculam nas redes sociais tendo como alvo o…




Cooperação entre IFRO – Instituto Federal de Rondônia e Associação Metareilá

  Prof. Dr. Davys Sleman de Negreiros visitou a Associação Metareilá e cumprimentou o Labiway Esaga Almir Suruí. Na oportunidade foram reafirmados laços de cooperação científica e cultural para 2015. Vários professores do IFRO estarão participando do I SOEITXAWE – Congresso Internacional de Pesquisa Científica que realizar-se-á de 01 a 03 de Maio na sede…




Nova discussão sobre o Monitoramento da T.I Sete de Setembro

A equipe técnica da Metareilá passou o dia analisando e discutindo novas perspectivas e ações para o Planejamento Estratégico com foco central no Monitoramento da Biodiversidade da Terra Indígena Sete de Setembro. Participaram dessa reunião agentes de várias aldeias como Narayetig om Surui (Aldeia Apoena Meireles), Mopidmore Surui (Aldeia Lapetanha – lh 11), Antonio Pereira…




Coordenadores se reúne com Labiway Esaga para discutir o Plano de Trabalho das associações

A Associação Metareilá iniciou sua semana de trabalhos (2 de março) com uma importante reunião que contou com a participação de membros de associações Paiter Surui. João Lawad Surui, Coordenador do Instituto Florestal e Oypakob Sandro Suruí, Coordenador da Associação Indígena de Jovens e Adultos para Cidadania conversaram com o coordenador técnico da Metareilá, Chicoepab…




Mais aldeias Paiter estão sendo beneficiadas pelo Fundo Paiter Surui

Na tarde desta terça-feira (24), foi realizada a primeira compra de Castanha das comunidades indígenas Paiter Suruí. O coordenador Geral da Associação Metareilá, Almir Naraymoga Surui, juntamente com outras lideranças Paiter Surui, estiveram na Aldeia Apoena Meireles, situada no município de Rondolândia no extremo Noroeste de Mato Grosso na divisa com estado de Rondônia, para…




Justiça concede à indígena sem diploma de ensino direito à matrícula na UNIR

Porto Velho – Rondônia: Mesmo sem possuir ainda o certificado de conclusão do ensino médio,

a indígena do Povo Paiter Surui, Walelasoetxeige Paiter Bandeira Suruí será matriculada no curso de Direito da Fundação Universidade Federal de Rondônia. O direito de ingresso no nível superior foi garantido em decisão liminar do juiz federal da 1ª vara, Dimis da Costa Braga, em Mandado de Segurança apreciado ontem (23) pela Justiça Federal de Rondônia.

Walelasoetxeige Paiter Bandeira Suruí cursa o último ano do ensino médio e comprovou em juízo sua aprovação no Exame Nacional de conclusão de ensino médio – ENEM 2013, obtendo excelente pontuação e se classificando em 78º lugar para ingresso no curso de direito da UNIR. Como não pôde exibir o certificado de conclusão de ensino médio no ato da matrícula, teve seu ingresso na universidade indeferido pela administração do campus.

Examinando os argumentos da estudante apresentados em juízo, o magistrado disse que “As constatações, por si sós, afiguram-me suficientes a traduzir o direito da impetrante à garantia de vaga, até obter o certificado almejado, condição necessária à efetivação da matrícula. A Constituição da República Federal do Brasil erigiu a educação à categoria de direito fundamental social”.

Além de conceder à estudante o direito à matrícula na UNIR, o magistrado registrou na decisão: “No particular, convém louvar o êxito da impetrante: sua aprovação no vestibular, ainda não concluído o ensino médio, é comportamento hercúleo, típico de guerreiros”. Em seguida homenageou a estudante com um poema indígena de sua autoria, ainda a ser publicado pelo PEN Club de Escritores de Viena, em português e alemão. Em seguida, determinou à reitora da Universidade Federal de Rondônia que proceda incontinenti a matrícula da autora do Mandado de Segurança nº 0008433-56.2014.4.01.4100.